O Fascismo Aqui (Nunca) Existiu!

AMAS - Auditorio Mun. Antonio Silva, Cacém.

Escolha os seus lugares ou deixe-nos selecionar os melhores lugares para si

Disable "View from seats" to select seats
ALL €5,30 - €7,42
Lamentamos, o seu navegador não suporta o elemento canvas. A carregar

Sem lugares selecionados

    AMAS - Auditorio Mun. Antonio Silva

    Quando disponibilizamos um mapa com os lugares para os eventos, fazemos de tudo para que as informações estejam corretas. No entanto, não podemos garantir a exatidão dos mesmos caso existam alterações recentes às salas ou devido a questões técnicas de produção do evento. Os mapas disponibilizados são apenas um guia de apresentação e podem não corresponder à representação exata do layout da sala.

    Mais informações sobre O Fascismo Aqui (Nunca) Existiu!

    27 de abr > 21h
    “O Fascismo Aqui (Nunca) Existiu!”
    [teatro]
    pelo Teatro Art'Imagem
    no AMAS –Auditório Municipal António Silva

    SINOPSE
    O primeiro espetáculo de um tríptico teatral denominado "IDENTIFICAÇÃO DE UM (O MEU!) PAÍS" sobre a vida em Portugal nos últimos 70 anos, de 1945 até aos nossos dias. Esta primeira abordagem, a estrear em 2017, abarca o período que vai de 1945, ano em que terminou a Segunda Guerra Mundial e em que nasceu a personagem, um homem que dá testemunho de como foi viver em Portugal nesses tempos, até à manhã do 25 de Abril de 1974. Um olhar muito pessoal, uma revisitação, uma retrospetiva do quotidiano da(s) vida(s) de um português e dos portugueses, através de alguém que, intervindo ativamente na vida política, social e cultural do nosso país, interpreta com os olhos de hoje, as suas vivências pessoais e os acontecimentos nacionais e globais que o marcaram como pessoa e nos marcaram como povo. Como o poeta, diz a personagem, VIVER PARA CONTAR. Histórias, uma verdadeiras (ou mais ou menos) outras inventadas do seu pequeno mundo, próprias, da sua família ou dos seus vizinhos da ilha do Porto em que habitou durante a sua infância e juventude, misturadas com a vida das personagens e heróis que conheceu nos seus primeiros livros e filmes, na telefonia onde o mundo (ainda que censurado) entrava em sua casa, a primeira que teve um rádio em todo o bairro, antes do aparecimento da televisão que o apanhou já rapazote, das notícias e acontecimentos que diariamente acompanhava pelos jornais e as longas conversas com os outros que lhe contavam o mundo.

    • FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA
    Texto, Dramaturgia, Direção e Encenação: José Leitão | Assistência de Encenação:Daniela Pêgo | Interpretação:Flávio Hamilton, Inês Marques, Luís Duarte Moreira, Patrícia Garcez e Susana Paiva | Direção Técnica, Desenho de Luz e Vídeo:André Rabaça | Direção de Movimento:Costanza Givone e Daniela Cruz | Música: Pedro “Peixe” Cardoso | Figurinos:Luísa Pinto | Espaço Cénico:José Lopes e José Leitão |Fotografia:Paulo Pimenta | Produção:Sofia Leal e Daniela Pêgo

    CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA | M/ 12 anos

    DURAÇÃO | 90 minutos (aprox.)